segunda-feira, 10 de maio de 2010

Valores vão subir domingo


7/5/2010
Diário Catarinense (SC)

O valor do reajuste na tarifa de ônibus em Florianópolis ainda não foi definido. Mas, a data entra em vigor a partir da 0h de domingo. Os usuários do transporte coletivo vão saber o novo preço hoje, quando será anunciado pela prefeitura.
   
O vice-prefeito João Batista Nunes afirma que o custo não vai ultrapassar o reajuste de 11,5%, fixado como máximo pelo Conselho Municipal de Transporte. Caso atinja este índice, o novo valor pode passar de R$ 2,20 para R$ 2,45 para quem usa cartão. Para os passageiros que pagam com dinheiro, a tarifa pode subir de R$ 2,80 para R$ 3,12.
   
- Hoje à tarde o prefeito Dário Berger vai anunciar o valor do reajuste, que leva em conta a questão do subsídio e o impacto que este dinheiro pode causar em outras áreas do município. É preciso ter cuidado para não comprometer os investimentos em educação e saúde - diz o vice-prefeito.
   
Diante do aumento anunciado, o mecânico Gerson Nidballa, de 56 anos, já está fazendo as contas domésticas para planejar o valor extra que será gasto este mês. Na sua casa, quatro pessoas utilizam diariamente o transporte coletivo.
   
- A prefeitura não faz nada para melhorar o trânsito e os ônibus, mas passa esta despesa para a população. As linhas diminuíram, muitos deixaram de ter ar-condicionado e estão sucateados. Tudo sobe, a alimentação, a luz. Com isso, no fim do mês não há salário que resista - critica.
   
Na quarta-feira, Berger confirmou que o preço da passagem deve ser alterado por conta do aumento salarial concedido aos trabalhadores do setor.
   
Depois de sete anos consecutivos de paralisações, os trabalhadores do transporte aceitaram, em assembleia, a proposta de reajuste salarial da prefeitura. O salário de cobradores e motoristas terá aumento real de 2%, mais o valor do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do período, que em março fechou em 5,3%. Eles também tiveram reajuste de 10% no vale-alimentação, que passou de R$ 310 para R$ 340.
   
O valor da tarifa é calculado a partir dos custos do sistema (ver gráfico ao lado). Divide-se o valor das despesas pelo número de passageiros. As despesas são divididas em custos variáveis (combustível, lubrificantes, rodagem, peças e acessórios), fixos (salários, administração do sistema, tarifa de utilização dos terminais, depreciação dos equipamentos) e impostos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário