domingo, 31 de julho de 2011

Prefeitura de Florianópolis apresenta proposta de ônibus rápido

30/07/2011 - ND Online

Prefeitura de Florianópolis apresenta proposta de ônibus rápido

Estão projetados três eixos integrados ao sistema de transporte coletivo atual

Danilo Duarte
@Duarte_ND
FLORIANÓPOLIS
Rosane Lima/ND

Proposta é de ônibus articulado circulando por eixos que integram Centro, UFSC, Sul da Ilha e Continente
 
O projeto Via Rápida – versão local para o conceito de BRT (Bus Rapid Transit) – para Florianópolis será lançado hoje. A proposta da prefeitura é a criação de três novos eixos e que o novo sistema seja mesclado ao atual transporte coletivo, mas com diminuição do fluxo de ônibus na região central da cidade. O modelo, criado em Curitiba, no Paraná, já é adotado em 130 países.

Segundo o vice-prefeito e secretário de Transportes, João Batista Nunes, a intenção é que o projeto-base esteja concluído em seis meses a partir da contratação de uma empresa responsável pelo estudo. “A partir do momento em que o prefeito nos autorizar [o que ocorrerá hoje], vamos iniciar o processo”, adianta.

Todo o projeto de Via Rápida será interligado ao sistema de transporte coletivo, cuja licitação para novos períodos de concessão deve ser publicada no próximo ano. Pela proposta preliminar, serão criados três eixos de BRT, interligando o Centro com o Continente, o Aeroporto Hercílio Luz e a UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina).

Os traçados ainda não estão definidos, o que deve ser feito no detalhamento do projeto-base a partir da contratação de uma empresa especificamente para esta finalidade. Os itinerários serão cumpridos por veículos articulados, cuja capacidade de transporte é o dobro em relação aos ônibus convencionais.

Com isto, as linhas que seguem para estes destinos podem ser revistas. “É provável que o Terminal de Integração da Trindade, por exemplo, seja repensado, em função do eixo com a universidade”, aponta Nunes.

O uso do terminal do Centro também deve ser revisto, já que deixará de receber algumas linhas e precisará ser adequado às linhas da Via Rápida e, inclusive, ser o terminal de partida para os três eixos do BRT.

Com a implantação dos ônibus-rápido, uma pista central da avenida Beira-Mar Norte deve ser reservada para a circulação dos veículos no eixo Centro-UFSC. Nas outras duas ligações, a possibilidade mais viável seria a implantação de rotas circulares.

Com a elaboração do projeto-base, o passo inicial está dado, mas o secretário reconhece que a implantação do novo sistema ainda deve demorar. “Este é um processo complexo em que não podemos errar, por isso tenho consciência que as obras devem começar apenas durante o mandato do novo prefeito”, esclarece.

Por onde passariam os ônibus do Via Rápida

Centro-Continente: Uma pista lateral em cada sentido, que já são preferenciais para ônibus, seriam utilizadas pelos ônibus articulados. Traçado a partir da ponte não está definido.

Centro-UFSC: Partindo do Ticen e passando pela Beira-Mar Norte, seguiria pela avenida Henrique da Silva Fontes, contornando o Hospital Universitário e retornando pelo mesmo trajeto.

Centro-Aeroporto: seguindo pela Via Expressa Sul, passaria pela avenida Diomício Freitas e retornando até o acesso a SC-405 e direção ao trevo do Campeche, de onde retornaria pela Via    

Nenhum comentário:

Postar um comentário