sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Comitiva de Joinville conhece o funcionamento do VLP em cidade francesa

25/10/2013 - Prefeitura de Joinville

Até o ano de 2006, a principal avenida da cidade francesa de Clermont-Ferrand tinha três pistas e um congestionamento constante. A situação hoje é bem diferente: uma pista é ocupada por linha exclusiva do trem VLP - Veículo Leve sobre Pneu - e as outras duas registram um trânsito de perfeita normalidade. O VLP mudou a mobilidade urbana de Clermont-Ferrand oferecendo um transporte eficiente, rápido e confortável. "As pessoas sentem-se estimuladas em deixar o carro em casa e usar o transporte público", ressalta Olivier Hauchard, consultor para o Brasil da Lohr industrie, empresa fabricante deste tipo de veículo.

O prefeito Carlito Merss, a presidente do Ippuj, Roberta Noroschny Schiessl, o diretor executivo, Vladimir Constante, o secretário Ariel Pizzolatti, o presidente da Conurb, Francisco de Assis, e empresários das empresas permissionárias do transporte coletivo de Joinville passaram quase toda esta terça-feira (25/10) conhecendo detalhes do VLP, que pode ser uma opção para o sistema de Joinville.

"Joinville vai aprofundar os estudos a fim de inseri-lo como possível alternativa dentro do Plano setorial de Mobilidade e Transporte", informa a presidente do Ippuj. Uma das opções para o VLP na cidade, de acordo com Roberta, seria uma linha Sul-Norte a partir do Terminal Sul até a Univille ou ainda a partir do campus da UFSC, pela rua Santa Catarina, até o aeroporto.

"O sistema VLP teria o mesmo custo de um BRT (Bus Rapid Transit) mas com o diferencial de apresentar veículos modernos rápidos, dotados de alta tecnologia e segurança", acrescenta. Os trem que rondam em Clermont-Ferrand são movidos à energia elétrica. Joinville tem mais interesse nos veículos movidos a combustível, com custos de implantação mais razoáveis.

O sistema implantado na cidade francesa custou 10 milhões de euros (mais de 26 milhões de reais) por quilômetro, incluindo neste custo 20 veículos de 32 metros, plataformas, trilhos, estação de comunicação e monitoramento. "A solução dos problemas de mobilidade urbana enfrentado pelas médias e grandes cidades passa pelo transporte público, que precisa ser rápido, eficiente, seguro e confortável", observa o prefeito Carlito Merss.

Os vereadores Odir Nunes (presidente da Câmara) e Manoel Bento (líder do Governo) acompanham a comitiva joinvilense de acordo com indicação do Poder Legislativo.

Dados do sistema de Clermont- Ferraud

- Linha implantada há cinco anos

- Linha com 14 KM e 31 estações

- Funciona das 5 da manhã até 1 hora da madrugada

- Cada veículo tem quatro vagões com 33 metros de comprimento

- Tempo para percorrer os 14 Km - 40 minutos

- Velocidade média - 19 km\h

- Velocidade máxima - 60 Km p hora

- Capacidade por vagão - 250 passageiros

- Valor da tarifa -1,40 euros -subsidiada pelo governo francês

- Uma semana de tarifa - 13,50 e um mês 41,00

- Valores diferenciados para estudantes e escolares

- Parte da área central ao lado da praça principal só passa esse veículo

- Tem largura de 2,20 m e altura de 2,89

- O piso é baixo, a 25 cm do solo, permitindo acesso a todos

- O trem tem ar condicionado e câmeras de monitoramento

- Funciona com dois motores elétricos e dois equipamentos de tração

- É guiado por dois pares de roldanas, inclinadas a 45º e mecanicamente agarradas ao trilho central

- Conhecido na Europa como uma nova geração de tramway (modelo de trem)

Na Europa, prefeito conhecerá alternativas para melhorar transporte público

Buscar subsídios para futuras ações que possam melhorar o sistema integrado de transporte público em Joinville. Esse é o principal objetivo da primeira viagem internacional do prefeito Carlito Merss desde que assumiu o governo, em janeiro de 2009.

Em uma semana – de 23 a 30 -, o prefeito visitará quatro países da Europa (França, Suíça, Espanha e Alemanha), conhecendo novidades no transporte público, tratamento de resíduos sólidos e a Feira de Outono de Schaffausen, cidade irmã de Joinville na Suíça.

Um dos pontos principais da viagem será a visita à cidade francesa de Clermont-ferrand para conhecer e avaliar o sistema de transporte VLP - Veículos Leves sobre Pneus. O prefeito, a presidente do Ippuj, Roberta Noroschny Schiessl, e o diretor executivo do Ippuj, Vladimir Constante, acompanharão o funcionamento do VLP, visitarão a empresa operadora e conversarão com gestores do sistema.

Em Paris e Barcelona, o prefeito e a comitiva de Joinville também terão detalhes do funcionamento do sistema de transporte público de bicicletas, utilizadas como complemento do transporte público.

Na última etapa da viagem, Carlito irá a Frankfurt, na Alemanha, onde receberá detalhes do funcionamento de outro sistema de transporte público, o Monotrem, que está em fase de implantação em São Paulo.

Durante o período em que Carlito estiver no exterior, o vice-prefeito Ingo Butzke assumirá como prefeito em exercício.

Quem acompanha o prefeito na viagem à Europa:

Valderi Ferreira - diretor executivo do Gabinete

Roberta Noroschny Schiessl - Presidente do IPPUJ

Vladimir Constante - Diretor executivo do IPPUJ

Ariel Pizzolatti - Secretário de Infraestrutura Urbana

Francisco de Assis Nunes - Presidente da Conurb

 

Anildo Jorge - Gerente de Imprensa 

Nenhum comentário:

Postar um comentário