terça-feira, 13 de dezembro de 2016

ELETRA CONFIRMA INÍCIO DE OPERAÇÃO DE ÔNIBUS A “ENERGIA SOLAR” AINDA NESTE MÊS

13/12/2016 - UITP Latin American

Ônibus elétrico que será abastecido a partir de energia solar. Estudo da universidade catarinense mostra que um ônibus com consumo médio de 670 litros de diesel por mês emite cerca de 3,9 toneladas de CO2. Em um ano, a emissão chega a 46,8 toneladas de CO2. Ônibus elétricos podem poupar estas emissões.

Veículo é elétrico, mas energia será gerada em estação experimental de universidade por meio de placas fotovoltaicas

A fabricante de tecnologia para veículos elétricos, Eletra, com sede em São Bernardo do Campo, no ABC Paullista,  confirmou nesta segunda-feira ,12 dezembro de 2016, que o primeiro ônibus elétrico assistido por energia solar fotovoltaica do Brasil começará a circular em Santa Catarina ainda neste mês.

O Diário do Transporte antecipou em primeira mão o desenvolvimento dos estudos. O ônibus foi apresentado em setembro no 12º Salão Latino-Americano de veículos elétricos, realizado em setembro na cidade de São Paulo.

O novo modelo inicialmente fará o transporte de alunos, professores e técnicos da UFSC – Universidade Federal de Santa Catarina, entre o campus da Trindade e o laboratório, no Norte da Ilha, no Sapiens Parque, bairro Canasvieiras.

Os testes fazem parte dos trabalhos do Grupo de Pesquisa Estratégica em Energia Solar da UFSC. O projeto é coordenado pelo professor Ricardo Rüther, da mesma universidade ,e foi financiado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação – MCTI, ao custo de cerca de R$ 1 milhão.

Na verdade, o ônibus é elétrico com bateria, no entanto, uma estação dentro do campus da universidade vai captar energia solar e transformar em energia elétrica para alimentar as baterias do ônibus.

Em nota, a Eletra traz alguns detalhes das características técnicas do veículo:

O ônibus, Marcopolo Torino Low Entry, com plataforma Mercedes-Benz O500U Elétrico, possui sistema de tração elétrica com tecnologia da Eletra, responsável também  pelo projeto de integração, com 200 kW de potência. Com comprimento total de 12.710mm, tem capacidade para 37 passageiros sentados, rampa de acesso para portadores de necessidades especiais, poltronas estofadas, sistema de ar-condicionado, wi-fi e pontos USB.

 O projeto Ônibus Elétrico Assistido por Energia Solar Fotovoltaica da UFSC conta também com a parceria das empresas Marcopolo, Mercedes-Benz e WEG. Envolve o conceito de “deslocamento produtivo”, aliado a um veículo de propulsão 100% elétrica e para o qual a geração de energia é realizada por intermédio de módulos solares fotovoltaicos integrados.

 O sistema de tração desenvolvido pela Eletra tem motor elétrico WEG Trifásico 250 L com 200/400 kW de potência com autonomia de até 200 quilômetros, com quatro recargas de seis minutos. O projeto de integração e tecnologia da Eletra possui baterias de tração tipo Ions de Lítio (Energia de 128kW/h com oito “Packs” e tempo de recarga de 2,5h com carregador lento e 0,5h com carregador rápido).

Um trabalho acadêmico da UFSC mostra que um ônibus elétrico puro pode evitar a emissão de 46,8 toneladas de gás carbônico por ano, é o equivalente ao que 5800 árvores resgatariam de gás do ambiente no mesmo período.

Estudo da universidade catarinense mostra que um ônibus com consumo médio de 670 litros de diesel por mês emite cerca de 3,9 toneladas de CO2. Em um ano, a emissão chega a 46,8 toneladas de CO2.

Segundo o  Grupo de Pesquisa Estratégica em Energia Solar da UFSC, os benefícios ao meio ambiente que o ônibus 100% elétrico pode gerar equivalem ao que 5.800 árvores resgatam de gás carbônico no meio ambiente. Estudo do Instituto Totum e da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ), da Universidade de São Paulo, em parceria com a Fundação SOS Mata Atlântica, demonstra que cada árvore da Mata Atlântica absorve 163,14 kg de gás carbônico (CO2) nos primeiros 20 anos de vida, o que seria uma média de 8,1 kg de CO2 por ano.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

https://diariodotransporte.com.br/2016/12/13/eletra-confirma-inicio-de-o...

Nenhum comentário:

Postar um comentário