segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Pancho: Queda no número de passageiros em ônibus de Blumenau é três vezes maior que no Brasil

18/02/2017- Diário Catarinense

Por PANCHO

Pancho: Queda no número de passageiros em ônibus de Blumenau é três vezes maior que no Brasil Mariana Furlan / Agência RBS/Agência RBS

Pancho: Queda no número de passageiros em ônibus de Blumenau é três vezes maior que no Brasil Mariana Furlan / Agência RBS/Agência RBS
De 119 mil passageiros por dia em 2014, número passou para 88 mil em 2016
Foto: Mariana Furlan / Agência RBS / Agência RBS


Nos últimos dois anos Blumenau testemunhou uma diminuição brusca na quantidade de pessoas que usam ônibus para os deslocamentos diários. Em 2014 a média de viagens por dia era de 119 mil. Esse número caiu para 107 mil em 2015, queda de 10%, e para 88 mil em 2016, menos 17,7%.

No total, de 2014 para 2016 o número de viagens caiu 26% na cidade, índice bem maior que o registrado no Brasil. De acordo com o presidente do Serviço Autônomo Municipal de Trânsito e Transporte de Blumenau (Seterb), Carlos Lange, em todo o país essa redução foi de 9% no mesmo período.

A explicação parece óbvia. Em 2015 sofremos como nunca com o último ano de operação do Consórcio Siga. As inúmeras paralisações no segundo semestre por si só já contribuem para a estatística, mas a falta de confiança do usuário na eficiência do sistema foi comprometida.

No ano passado mais um traumático capítulo neste período de transição. Com o início da prestação de serviço em regime de urgência, a Viação Piracicabana trouxe ônibus em condições deprimentes e, até a empresa se adequar ao sistema, vários problemas como atrasos e falta de ônibus foram registrados, principalmente no primeiro mês de operação. Com isso, a confiança recebeu outro golpe.

Operação regular deve frear queda

A esperança na inversão dos números está depositada no início da operação da Viação Piracicabana como empresa oficial do transporte coletivo da cidade, o que está previsto para ocorrer até junho, já que o processo de homologação da empresa, única participante da licitação, está em fase final. Lange diz que a exigência de ônibus novos, com mais comodidades, deve fazer com que o blumenauense que deixou de usar o transporte coletivo nesses dois últimos anos volte ao sistema gradativamente.

Outro aspecto que deve ajudar na recuperação dos passageiros, na avaliação de Lange, é o fato da cidade não ter sofrido tanto como o restante do país nesta recessão econômica, mantendo índices de desemprego menores que a média.

Recuperar antigos e conquistar novos

É bem provável que o Seterb aproveite o retorno do transporte coletivo em regime regular para lançar alguma campanha que ajude a incentivar o uso dos ônibus na cidade. Além de enaltecer as novas características da operação, dará dicas de como o passageiro pode contribuir para que as viagens sejam mais confortáveis, seguras e tranquilas.

Essa ação deveria ser constante e poderia ser cobrada da permissionária. A preocupação deveria estar não só na recuperação da confiança por quem abandonou o sistema, mas também na conquista de novos usuários. Gente que poderia deixar o carro ou a moto em casa sem comprometer o bolso, a agenda e bem-estar.

domingo, 12 de fevereiro de 2017

Novos ônibus Neobus Mega Plus entram em operação na Viação Canarinho

11/02/2017 - Bonde News

Veículos começaram a ser utilizados no transporte da cidade de Jaraguá do Sul 

A Neobus forneceu 25 ônibus Mega Plus para a Viação Canarinho, operador de transporte urbano de Jaraguá do Sul, em Santa Catarina. Os veículos entraram em operação no final de janeiro e foram adquiridos dentro do processo de renovação de frota da empresa. 

O ônibus Mega Plus se destaca pela extrema robustez e por ter a maior largura entre os urbanos do mercado nacional. Com mais espaço interno para os passageiros, econômico e com desenho moderno, o veículo foi projetado para também oferecer maior eficiência e rentabilidade ao operador.

Equipado com chassi Volkswagen 15.190 OD Euro V, com 11.200 mm de comprimento total, o Mega Plus conta com itinerário eletrônico, sistema multiplex, monitoramento com três câmeras, iluminação interna e externa em LED, além de oferecer ao motorista maior ergonomia e conforto para melhor condução. 

Fundada em 1970 em Jaraguá do Sul, Santa Catarina, a Viação Canarinho é a primeira empresa jaraguaense de transporte coletivo de passageiros. Em 2009, implantou um dos mais modernos sistemas de arrecadação eletrônica do Brasil, proporcionando benefícios à população. Atualmente, possui frota de cerca de 220 veículos, com ônibus urbanos, todos com total acessibilidade e dentro das exigências da lei, além de modelos de turismo e micro-ônibus.

Quem escreve esta coluna?

Carlos Alberto Bellinaso
Pintor, radialista, escritor, ator, jornalista, poeta, publicitário. Este é Carlos Alberto Bellinaso, 46 anos. Já atuou como gerente da Rádio 105 FM; gerente comercial da RBS TV SMA; executivo da RBS TV-Uruguaiana; gerente geral de O Estado do Paraná e Tribuna do Paraná; Gerente Regional da Folha de Londrina e Folha de Negócios e gerente Regional da Gazeta Mercantil-RS. Diretor comercial do jornal A Razão, ministra cursos de Vendas, Marketing e Gestão de jornal, rádio e tevê.

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Pacto Pela Mobilidade Urbana na Capital não vale mais nada

30/01/2017 - Notícias do Dia 

Portarias do Ministério das Cidades, ocupado pelo PSDB, anularam contratos assinados em 2014 pela presidente Dilma

CARLOS DAMIÃO 

Assinado em 2014 pela presidente Dilma, durante visita a Florianópolis, o Pacto pela Mobilidade foi cancelado pelo governo federal em duas portarias publicadas pelo Ministério das Cidades (632 e 633), no Diário Oficial da União de 30 de dezembro de 2016. No total, o pacto previa a aplicação de R$ 412 milhões em obras fundamentais para a mobilidade urbana da Capital, três corredores exclusivos de ônibus, nove corredores alimentadores, cinco terminais e um centro de controle de tráfego. O contrato incluía, por exemplo, a duplicação da Rua Deputado Antônio Edu Vieira e duplicação de um trecho da Beira-Mar Norte, próximo ao Palácio da Agronômica. 

"O Pacto pela Mobilidade Urbana visa a promover, por meio da ação coordenada das três esferas de governo, o acesso amplo e democrático às oportunidades que as cidades oferecem para aumento da participação do transporte público e do transporte não motorizado no conjunto de deslocamentos da população", assim se definia o projeto do Ministério das Cidades, derrubado pelas portarias de dezembro. Do valor total, metade viria do governo federal e a outra metade seria proveniente de financiamento.

As portarias anularam os seguintes contratos, entre outros:
- Atracadouro para o transporte público
- Corredor Continental Sul-Norte e Alimentadores
- Corredor Insular Leste e Alimentadores
- Projeto do Corredor Continental Norte
- Projetos de Elevadores e Funiculares
- Terminais do Corredor Insular Sul
- Vias Alimentadoras do Corredor Insular Norte

O prefeito Gean Loureiro pertence ao mesmo partido do presidente da República, Michel Temer, o PMDB. O ministro das Cidades, Bruno Araújo, é do PSDB, partido do vice-prefeito de Florianópolis, João Batista Nunes.